setembro
15

RECOMEÇO

Muitas pessoas se mostram infelizes com algum aspecto de sua vida, mas simplesmente não têm vontade de mudar. Aliás, podem até ter vontade, mas não têm disposição para mudar. E normalmente isso ocorre por medo de recomeçar.

Essa acomodação pode acontecer na vida pessoal, em algum relacionamento que não está dando certo mais, ou na vida profissional, no curso realizado, ou no emprego que não lhe faz feliz. São muitas as situações que só podem ser revertidas se tivermos pique para recomeçar.

No entanto, a maioria das pessoas tem medo de tomar as rédeas de sua própria vida, medo de assumir a responsabilidade por uma mudança, medo de escolher e errar. Mas assumir a responsabilidade por nossas escolhas faz parte do desafio da vida.

Então, não tenha medo de começar um novo relacionamento, um novo trabalho ou mesmo iniciar um novo curso e buscar um outro rumo profissional. A vida é feita de desafios, batalhas, derrotas e conquistas. É isso que faz tudo valer a pena. Não se esqueça: sempre é tempo de recomeçar!

FacebooK: Comunidade Atitudes Vencedoras

setembro
9

images


No seu dia-a-dia existem inúmeras dificuldades. Situações de medo, de dúvida, erros, angústias, pessoas que não fazem bem, tarefas que não conseguem ser executadas.
Isso faz parte de qualquer rotina na vida de quem tem uma profissão, um trabalho. Como você tem lidado com isso? Como tem aguentado e revertido todas as coisas negativas que acabam por te envolver?

É preciso transformar o que chega de ruim em algo positivo. Algo que nos traga alguma lição.
Isso é possível se enxergarmos a nós mesmos e às situações sob vários ângulos, várias perspectivas. Sair dos padrões, levantar a vista e ver mais além.
Analise com imparcialidade, saia do papel de vítima, olhe o outro lado do problema.

Quando abrimos a mente, abrem-se outros caminhos.
Transforme o que puder, transforme em algo bom, seja criativo, participativo, pense no que pode melhorar. Mude o que cai em suas mãos, faça diferente.
Você tem o poder de transformar. Use-o.

Siga-nos no twitter: @sicastillo
Facebook: Comunidade Atitudes Vencedoras

setembro
1

bom-profissional

Muitas razões nos levam a estarmos inseridos no mercado de trabalho. Dentre elas, a necessidade financeira e a realização profissional aparecem como alguns dos motivos mais comuns. Pagar contas todos nós precisamos, mas nem sempre conseguimos fazer isso trabalhando em algo que gostamos, ou que seja a profissão que idealizamos durante toda a vida.

Quando isso ocorre, ficar lamentando é uma atitude que não vai nos levar a lugar algum. Pelo contrário, nos deixará ainda mais infelizes. Não exercer a profissão idealizada na infância não é o fim de nossa vida profissional. Em qualquer atividade, seja qual ela for, existe o desafio de se cumprir bem nossas tarefas, e ver o resultado de nosso trabalho. Isso nos trará realizações e alegrias, independente do ofício que estivermos exercendo. Esta deve ser a meta de qualquer bom profissional.

agosto
31

preguiaa

Há dias em que acordamos e não temos vontade de sair da cama para trabalhar. Simplesmente queremos ficar deitados um pouco mais, ou estamos com preguiça do trânsito, ou está aquele friozinho gostoso que nos segura debaixo das cobertas. Quem nunca teve dias assim?! Isso é comum e muito natural.

Agora, se todos os dias acordarmos sem vontade de ir trabalhar, aí precisamos ligar nosso sinal de alerta. Pois neste caso, há alguma questão no local de trabalho que nos incomoda e que nos desmotiva a voltar ali todos os dias. Sendo assim, é fundamental repensarmos nossa posição neste emprego. Como anda o relacionamento com a chefia, com os colegas, ou com as pessoas atendidas pelas nossas atividades?! Reveja se está com uma carga de trabalho maior do que pode suportar, ou se está distribuindo mal o tempo para cada tarefa, impedindo que elas sejam executadas com excelência. São ajustes simples mas que podem nos devolver a motivação para o trabalho.

Agora, se nada der certo e sua insatisfação permanecer, sempre é tempo de mudar!

julho
29

cuidado-com-o-que-fala


No meio profissional é preciso manter a discrição e nunca falar tudo o que se sente.
Existem pessoas que vivem à sombra dos bons profissionais e estão ali à espreita para roubar idéias, fazer fofocas e tomar o lugar de quem realmente tem valor.

Fique esperto. Não revele suas idéias a quem não tem poder de decisão ou a quem está no mesmo patamar que você dentro da organização.
Saiba identificar quem são as pessoas em quem se pode confiar e proteja suas informações da melhor maneira. Sabotagens existem e muitas vezes são bem sucedidas. Grandes profissionais tiveram oportunidades perdidas por confiar em pessoas erradas e falar mais do que deviam, em confiança a quem podemos chamar de alpinistas de carreira.

Aprenda a se preservar e proteger suas informações, suas idéias de melhorias e saiba a quem revelar e em que momento. Isso faz parte da construção de uma carreira bem sucedida.

Siga-nos no twitter:@sicastillo

julho
21

trabalho-em-equipe

O trabalho em equipe exige uma capacidade dos profissionais envolvidos que muitas pessoas não possuem.
Paciência, interação, saber ouvir o outro, saber dividir idéias e tarefas, ter a mente aberta para novas possibilidades na realização das atividades… são algumas características que são testadas quando trabalhamos em equipe.

Não é fácil ,muitas vezes, dividir opiniões e aceitar formas de trabalho que não fazem parte do nosso modo de agir e ser. Quando temos que compartilhar para realizar um trabalho que necessita desse esforço conjunto de diversas pessoas, deixamos de ser um pouco quem somos e nos tornamos uma parte a agregar.

Mas o trabalho em equipe também tem seu lado bom. Quando bem feito consegue alcançar resultados maiores do que se fosse um trabalho individual. Existe também a oportunidade de troca de experiências e vivências das pessoas do grupo e isso é muito importante. Também podemos aprender coisas novas, visões novas , focos diferentes e a partir disso melhorar como profissionais.
De qualquer forma, sempre existirão pessoas que não se enquadram no trabalho em equipe e outras que só se enquadram ou só trabalham bem se for nessa condição.

Qual é o seu caso?

Siga-nos no twitter : @ sicastillo

julho
15

convivendo

No ambiente de trabalho, temos que conviver com todos os tipos de pessoas. Gente que tem a ver e gente que não tem nada a ver com a gente. Muitas vezes é difícil essa convivência, principalmente quando discordamos ou não aceitamos o modo de ser do outro.
Para que possamos nos dar bem é preciso ultrapassar essa barreira.

O primeiro passo é não dar demasiada importância ao lado pessoal de nossos desafetos. Não se interesse em saber nada além do que for absolutamente necessário para o trabalho.
Se o problema é profissional é preciso encontrar uma forma de realizar as tarefas, sem estresse e com paciência .

Infelizmente vamos nos deparar com essa situação muitas vezes em nossa vida. Quanto antes aprendermos a lidar com isso, antes ficamos liberados para crescer mais profissionalmente.

Siga-nos no twitter:@sicastillo

julho
9

documentar

Em qualquer ambiente de trabalho, é fundamental que as rotinas estabelecidas estejam documentadas. O registro dos processos é uma forma de normatizar as etapas e deixar claro a todos os envolvidos quais são os fluxos de trabalho.

Quando estas rotinas não estão documentadas, cada pessoa trabalha de um jeito, seguindo o que ela (e talvez somente ela) entende como o trabalho deve ser feito. No dia em que esta pessoa precisa se ausentar (por motivo de férias, licença, demissão), aqueles que ficam com suas tarefas acabam por não entender como o trabalho deve ser realizado, e o fazem conforme lhe vem à cabeça, contribuindo para a criação de uma nova rotina personalizada que pode não ter nada a ver com a anterior. E isso vai acontecendo a cada vez que há a ausência de um funcionário, sendo que ao final de um tempo o trabalho desenvolvido será uma verdadeira Torre de Babel, onde cada um faz do seu jeito, sem haver nenhum padrão nos processos desenvolvidos. Esse tipo de personalização é péssimo para a criação de um ambiente de trabalho em que as coisas precisam se desenvolver de forma autônoma, independente de quem estiver no comando naquele momento.

Por isso, tente seguir as rotinas de seu local de trabalho, sempre contribuindo para que elas sejam aprimoradas. Caso não haja rotinas registradas, documente-as, justificando as escolhas por este ou aquele processo. Isso é fundamental para a memória institucional e a continuidade do fluxo de tarefas.

julho
6

abracar-o-mundo

Muitas vezes ficamos tão envolvidos no trabalho que acabamos por abraçar mais responsabilidades do que conseguimos assumir, tentando dar conta sozinhos de tudo que precisa ser feito para que os objetivos sejam alcançados. Achamos que se não fizermos isso o trabalho não sai e nesse pensamento, acabamos assumindo as tarefas e funções de outras pessoas. É importante refletir sobre o que nos leva a este comportamento.

Às vezes fazemos isso porque não acreditamos que aqueles que trabalham conosco vão dar conta de uma determinada demanda. Isso de fato pode ocorrer, pela falta de envolvimento, vontade ou mesmo competência destes profissionais. Se for este o caso, é necessário repensar se a equipe não precisa de modificações.

Por outro lado, isso também pode ocorrer porque acabamos assumindo a frente de tudo, e não damos a outras pessoas a oportunidade de assumir suas obrigações, lidando com os erros e acertos que possam advir de seus atos. Neste caso, é necessário que façamos o exercício de dividir responsabilidades, e deixar que estes outros profissionais assumam suas funções. Só assim eles vão se envolver e entender a importância do seu trabalho para o conjunto. E assim aprenderemos que o mundo só pode ser abraçado se todos dermos as mãos.

junho
29

images-31


A vida é feita de escolhas. A todo momento temos que decidir entre isso ou aquilo, entre fazer ou não fazer, aceitar ou não aceitar, acreditar ou não… sempre estamos em cheque mate com alguma questão.

As escolhas que fazemos é que definem o caminho que seguimos na vida. Tem pessoas que vivem de acordo com o momento e não tem um plano, uma meta, um objetivo concreto. Tem pessoas que pensam que a vida deve ser vivida sem planejamento algum. Porém não adianta seguir o vento se não sabemos que direção tomar.

Você é responsável pelas escolhas que fizer e por isso precisa estar preparado para escolher corretamente. São suas escolhas que te levarão até onde você quiser ou sonhar. Escolha bem quem você quer e o que você quer. Faz toda a diferença estar com as pessoas certas do seu lado e saber aonde está e o que você pretende.
Planejamento e escolhas são as bases para se ter sucesso na vida.

Siga-nos no twiiter: @sicastillo