maio
14

u14459723O dia-a-dia agitado, o trânsito insano, a falta de tempo para tudo, o cansaço, a pressa, as cobranças do chefe, da família….. tudo isso faz parte da vida moderna.
Viver nos dias de hoje não é algo simples, viver bem e com qualidade está cada vez mais complicado, mas muitas vezes nós mesmos colaboramos para esta falta de paz e para essa insanidade toda.
Quantas vezes assumimos coisas que já sabemos de antemão ser muito difíceis de cumprir?? Quantas vezes não dizemos não para algumas demandas?? Quantas vezes, por medo do que os outros vão pensar, fazemos coisas que não queremos??

E a qualidade de vida que tanto falamos e desejamos se perde em coisas mais simples do que podemos imaginar. Não paramos mais para conversar com alguém na rua, não jantamos reunidos com a família, não olhamos nos olhos de quem amamos, não pensamos em nossa própria situação emocional, deixamos de fazer coisas simples, coisas que nossos avós faziam, como sentar na sala e ouvir uma música, como tomar um café no vizinho.

Hoje tudo se voltou para o consumo, o ter, o ganhar. Com isso nosso lado mais humano se perdeu. Estamos viciados em programas de relacionamento virtual, em trocar mensagens por email ou nas redes sociais e somos reféns da falta de tempo. Não temos tempo para se emocionar, para compreender o próximo, para dar uma chance ao arrependimento.

Vamos vivendo dessa forma até que a vida vem e nos tira alguém importante e mesmo assim ainda insistimos no mesmo ritmo, na mesma velocidade e continuamos nesse turbilhão.
Não precisa ser assim. Podemos ser mais humanos, viver melhor.

A nossa humanidade consiste em nossos valores , na ética, na moral, na amizade sincera, em deixar espaço para o amor entrar e em fazer o bem ou fazer bem para alguém. A felicidade está nisso e não no ritmo alucinado de ter e querer cada vez mais. Só vamos ser realmente felizes quando percebermos isso e aí, vai saber, pode ser tarde demais.

agosto
12

chave-do-sucesso Olá pessoal,
O que está acontecendo no mercado de trabalho? Que profissionais são esses que atendem mal, não informam, não ligam para o cliente! Tudo aquilo que aprendemos à exaustão está sumindo na realidade atual- quando precisamos de bom atendimento, recebemos descortesia, individualismo, desinformação e desrespeito.
Fico indignada com o caminho que os profissionais estão percorrendo. Pessoas de valor, de conteúdo acabam sendo preteridas por gente inexperiente, sem cultura, sem valores. Tudo isso vai gerar uma conta enorme que já começamos a pagar ! Quem vai nos salvar?
Nós profissionais de valor, de capacidade comprovada, não podemos permitir e aceitar certos comportamentos- se aceitarmos a baixa qualidade de certos serviços e não nos indignarmos, não protestarmos, nunca poderemos implantar a semente da melhoria.
Se você pensa como eu, enxerga que a situação atual está bem complicada-não se cale! não aceite! lute com as armas que tiver- escreva, opine, pense, discuta- é preciso promover debates para que surjam idéias inovadoras, para que possamos aprender mais e melhorar sempre.

dezembro
7

pense nissoOlá pessoal.
Leiam este texto que reflete bem a realidade em que vivemos no mercado de trabalho:

Uma galinha achou alguns grãos de trigo e disse aos seus vizinhos:
- Se plantarmos este trigo, teremos pão para comer. Alguém quer me ajudar a plantá-lo?
- Eu não – disse a vaca.
- Nem eu – emendou o pato.
- Então eu mesma planto- disse a galinha vermelha. E assim o fez. O trigo cresceu alto e amadureceu em grãos dourados.
- Quem vai me ajudara colher o trigo?- quis saber a galinha.
-Não faz parte das minhas funções- disse o porco.
-Eu me arriscaria a perder o seguro-desemprego- exclamou o pato!
- Então eu mesma colho- falou a galinha. E colheu o trigo ela mesma.
Finalmente, chegou a hora de preparar o pão.
- Quem vai me ajudar a assar o pão? – indagou a galinha vermelha.
-Só se me pagarem hora extra- disse a vaca.
-Eu não posso por em risco meu auxílio- doença- emendou o pato.
-Eu fugi da escola e nunca aprendi a fazer pão- disse o porco.
Ela, então assou cinco pães e pôs todos numa cesta para que os vizinhos pudessem ver. De repente, todo mundo queria pão. Mas a galinha simplesmente disse:
- Não, eu vou comer os cinco pães sozinhas.
- Lucros excessivos !- gritou a vaca.
- Sanguessuga capitalista! Exclamou o pato.
-Exijo direitos iguais! – bradou o ganso.
O porco só grunhiu.
Eles pintaram faixas e cartazes com a palavra “Injustiça” e marcharam em protesto contra a galinha. Quando um agente do governo chegou, disse à galinha:
- Você não pode ser tão egoísta assim.
- Mas eu ganhei esse pão com meu próprio suor- defendeu-se a galinha.
- Exatamente- disse o funcionário do governo. – Essa é a beleza da livre empresa. Qualquer um aqui na fazenda pode ganhar o quanto quiser. Mas, sob nossas modernas regulamentações governamentais, os trabalhadores mais produtivos têm que dividir o produto de seu trabalho com os que não são produtivos.
E todos viveram felizes para sempre….
Mas os vizinhos sempre se perguntavam por que a galinha nunca mais fez um pão e por que a fazenda faliu.

junho
15

cbf Olá amigos,
Hoje começa mais uma copa do mundo para os brasileiros. Eu particularmente não gosto de futebol, nada entendo do tema e nem acompanho os jogos, mas como se trata de Copa do Mundo e Seleção agente acaba lendo e vendo notícias relacionadas à equipe, à motivação e principalmente ao método do técnico Dunga.
Independente do que aconteça nesta Copa, ele está fazendo um papel correto no que se refere ao grupo: Disciplina, Motivação, Aconselhamento físico e mental. A preparação para um grupo deve ser mesmo feita desta forma: cobrança e motivação andando de mãos dadas. Me parece que o técnico brasileiro está coerente e preocupado em obter resultados desta forma.
Assim como no futebol, na vida profissional também é preciso toda esta técnica para atingir o sucesso. Tomara que Dunga e seus comandados cheguem lá e mostrem que é assim que se vence na vida!

junho
9

Porteiros de nossas carreiras.

Posted In: Diversos by Simone Castillo

porteiro Olá amigos,

Hoje é dia do Porteiro. Vocês vão falar.. e daí? E daí que o porteiro assim como nós em certas situações, está sempre na linha de frente, na iminência de abrir ou fechar portas.. a quem ele abre pode representar um perigo, um erro tremendo que vai custar a ele e a outras pessoas muito caro. A quem ele fecha pode representar um rompimento definitivo, que nunca mais terá retorno.
De certa forma somos os porteiros de nossas carreiras e da mesma maneira que não damos importância para estes profissionais, também deixamos pessoas entrar e sair em nossas vidas, abrimos e fechamos portas desnecessariamente e em momentos errados que nos causam dor e transtornos. Por isso é importante que tenhamos consciência e analisemos bem quem pode entrar na nossa vida ou não.

abril
18

Salve o caráter

Posted In: Diversos by Simone Castillo

” A capacidade habilita o homem a chegar ao topo, mas é o caráter que o impedirá de cair”

Olá amigos,
Li uma matéria em uma revista que me deixou triste. Formandos de Administração de Empresas escolheram o ex-tesoureiro do PT para paraninfo, apesar de todas as acusações de corrupção e seu afastamento do Governo. Quando questionados sobre o porque o escolheram, revelaram que souberam que apesar do escândalo sabiam que ele daria uma boa quantia para a festa então não se importaram.
Essas pessoas que se formam e agem desta maneira, contribuem com o quê para o mercado profissional? E como uma Universidade pretende formar profissionais de caráter permitindo que isto aconteça? Daqui a pouco vão convidar um assassino, um pedófilo ou qualquer outra pessoa com um desvio de personalidade para servir de espelho para os que ingressam no mercado de trabalho.
É chocante e triste ver que isso acontece e ainda serve de exemplo. Uma pena. Nós que realmente trabalhamos, prezamos pela educação e pelo respeito só temos a lamentar uma atitude destas.

março
16

comp Olá amigos,

Ontem foi o Dia Internacional do Consumidor. Ou seja, dia de todos nós e como somos maltratados nós consumidores! Tudo aumenta de preço ( às vezes disfarçadamente pouco a pouco, às vezes de sopetão), o atendimento em geral tem decaído, as pessoas não se preocupam mais em atender bem, em agradar.. tem muita procura … os produtos que antigamente duravam hoje são feitos quase que reciclavelmente…o que antes durava 05 anos agora dura 01 ano. É a guerra do comércio.. Todo dia é dia de Ofertas arrasadoras! Todo dia é o último dia de algum saldão - mesmo que na semana que vem continue sendo o último dia do mesmo saldão!
Somos bombardeados por propagandas… incansavelmente somos perseguidos por oportunidades únicas de compra! Haja capacidade de resistência! Haja cabeça fria para não sair comprando produtos que na realidade não precisamos mas que para nos auto agradar porque afinal merecemos! acabamos levando para casa.
Coitados de nós consumidores! No nosso dia que é bom, não ganhamos nada, nem um presentinho de alguma loja… talvez a conta do cartão de crédito para pagar, essa sim não falha nunca e é o atestado de consumidor mor que alguns de nós ostentamos com louvor.

janeiro
27

apareça Olá amigos,
Na última edição do Jornal Contato, publicamos uma matéria do autor Bob Nelson, que fala justamente que para sermos mais notados e admirados em nosso trabalho é preciso que façamos aquelas coisas que ninguém mais gosta de fazer, tipo: fazer a ata de reunião, falar em uma palestra, ajudar a preparar alguma confraternização, fazer um relatório mais elaborado … coisas deste tipo.
Isto pega muito bem com a chefia. Os chefes adoram quando vem alguém e faz as coisas mais complicadas, tirando deles o peso e a chatice do trabalho operacional.. para isto são chefes ( na cabeça deles).. então realmente é uma boa dica você começar a fazer aquilo que ninguém mais quer fazer para chamar a atenção para o bom profissional que você é.

janeiro
13

proibida entrada Olá amigos,
pelo menos isso é o que nossos internautas responderam na pesquisa que perguntava se deve-se levar a família nas festas de final de ano da empresa: 55% responderam que não.
Para muitas pessoas é difícil separar os relacionamentos comerciais dos familiares e pessoais. Os amigos são os colegas de trabalho e então fica aquela mistura.
Na realidade a maioria das pessoas opinou corretamente. O ideal é realmente não misturar família com trabalho. Por que? Simplesmente porque são coisas totalmente diferentes que ocupam lugares diferentes em nossas vidas. Quando levamos a família em festas ou reuniões de trabalho, isso acaba criando um constrangimento para colegas ou mesmo para o próprio familiar.
Já vi acontecer coisas incríveis em festas de empresa em que se podia levar familiares. Uma coisa aprendi: não é legal. Não vale a pena.
As pessoas não são as mesmas, ficam retraídas porque temem mostrar intimidade com os colegas de trabalho na frente do marido (esposa) e isso gera situações estranhas e mal estar.
É preciso entender que compromissos de trabalho e festas de trabalho são para quem trabalha na empresa e a partir deste entendimento entre o casal, evitar os ” micos” que podem acontecer.

setembro
24

“A melhor coisa do futuro é que ele chega à razão de um dia de cada vez.” ( Abraham Lincoln)