novembro
23

Somos donos do nosso destino. Somos capitães da nossa alma. (Winston Churchill).

julho
7

Crise econômica

Crise econômica

Olá pessoal.
Nossa última enquete perguntava sobre a crise financeira mundial. A maioria dos internautas respondeu que sim ( a crise já chegou até você) com 58,20% e 41,80% responderam que não.
Lembro-me que esta crise vinha sendo sentida na Europa e Estados Unidos muito antes que aqui no Brasil e que nosso Governo chegou a ironizar seus efeitos ( a famosa ” marolinha” ). Pois bem, passados alguns meses, nós que trabalhamos em determinados segmentos sentimos o baque, e que baque! Conheço algumas empresas que tiveram uma redução de 70% em seu faturamento! Empresas que não tiveram opção a não ser demitir e empresas que sentiram apenas de leve a crise. Ou seja, tem de tudo.
O que parece que o Governo não percebe é que havendo demissões as pessoas mais pobres passam a ser as vítimas da crise tanto quanto as grandes empresas. Falar que o ” pobre” não sente a crise aqui no Brasil é no mínimo uma piada de mau gosto. Por isso me assusta ouvir falar tanto em consumir, em aumentar o crédito, comprar carro novo… neste momento. Será que eu estou errada? Será que o correto é se endividar agora? Na minha cabeça não entra se meter em financiamentos de longo prazo sem ter uma clareza do que vai acontecer pelo menos a curto prazo.
Tanto se fala em mundo globalizado e me espanta como podemos pensar que a crise não nos afetaria? De alguma forma a questão passa a ser outra, não se lamentar e sim tentar criar oportunidades e se sobressair em tempos difíceis. Eis a questão. Nessas horas é que aparecem os grandes talentos, os destemidos e os vitoriosos.

setembro
11

cães e gatos

cães e gatos

Pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, parecem ter descoberto o segredo para que gatos e cachorros convivam bem na mesma casa.

De acordo com o estudo, se o gato for adotado antes do cão e se os dois forem apresentados enquanto jovens (menos de 6 meses para o felino e um ano para os cachorros), há uma maior probabilidade de que eles se dêem bem.

“Esta é a primeira vez que alguém faz uma pesquisa científica sobre bichos de estimação que vivem na mesma casa”, afirma Joseph Terkel, professor do Departamento de Zoologia da Universidade de Tel Aviv e líder da pesquisa.

Para conduzir o estudo, os cientistas entrevistaram cerca de 200 pessoas que tinham gatos e cachorros convivendo na mesma casa e filmaram o comportamento dos animais.

Depois de analisarem os vídeos, os pesquisadores da Universidade de Tel Aviv concluíram que, em determinadas condições, o bom relacionamento entre as duas espécies é possível.

Segundos os dados computados pelos cientistas, em dois terços das casas havia uma boa convivência entre as espécies, enquanto brigas foram observadas em apenas 10% dos casos.

Problemas de comunicação

A principal razão dos desentendimentos é o fato de os membros das duas espécies terem dificuldades de se comunicar entre si.

Gatos, por exemplo, costumam sacudir a cauda quando estão nervosos, enquanto cachorros rosnam e ficam com as costas arqueadas. Por outro lado, quando estão felizes, gatos costumam ronronar, enquanto cães balançam o rabo.

“Descobrimos, no entanto, que é possível que gatos e cachorros aprendam a se entender”, explica o professor Terkel, que destaca que as duas espécies, quando convivendo desde filhotes, conseguem desenvolver meios de se comunicar.

Segundo o professor, uma vez que gatos e cachorros estejam familiarizados com a linguagem um dos outros, é possível que eles brinquem e até durmam juntos.

A pesquisa foi publicada na revista científica Applied Animal Behaviour Science