maio
5

Olá pessoal,
É com muito prazer que retomamos o blogg e o site.
Faz muita falta poder conversar aqui sobre motivação, comportamento profissional e tantos outros temas ligados à nossa vida profissional.
Vivemos tempos difíceis.. difíceis porque temos uma carência muito grande de pessoas que saibam o real valor do trabalho, que agreguem valor ao que estão fazendo. Trabalhar pode ser um fardo muito pesado. Algo muito ruim em nossa vida mas também pode ser motivo de prazer e alegria. Isso depende de nós, da maneira como encaramos o nosso lado profissional.
Eu já falei aqui muitas vezes que devemos trabalhar naquilo que gostamos. Isso nem sempre é possível ou na maioria das vezes não é possível então o que se tem que fazer é encontrar algo dentro do que fazemos que nos dê prazer e a partir disso desenvolver-se nessa área.
Não existe prazer maior do que realizar coisas. Ver que aquilo que fazemos é algo que vai perpetuar.
Mesmo em nossos empregos atuais , existem coisas que não gostamos e coisas que temos mais afinidade.. e são essas coisas que conseguimos fazer de forma melhor e são essas coisas que devemos desenvolver e aprimorar e porque não, tornar-nos experts.
O modo como vivemos, se bem ou mal depende exclusivamente de nós mesmos.
Vamos conversar aqui e no twitter também sobre motivação e comportamento no ambiente de trabalho. Afinal passamos a maior parte do dia nessa atividade e é uma obrigação com nós mesmos sermos felizes nessa área.esteja-na-frente
Abraços e até a próxima

março
19

imagesPara fazer um trabalho bem feito, você deve gostar do que faz. Se você não tem o emprego dos seus sonhos é importante aprender a gostar do que está fazendo ou procurar algo que goste. Não existe melhor atividade do que aquela que aprendemos a gostar ou que já nascemos gostando.
Vemos por aí muitas pessoas que fazem coisas medíocres achando que são o máximo. Depois reclamam da vida, da falta de oportunidades, dos colegas, dos chefes, de tudo. Por que? Por que será?
Muito se fala em motivação, mas cada um deve encontrar dentro de si o que o faz vibrar, lutar, o que faz valer a pena, o que te faz levantar cada dia com a certeza de estar fazendo o melhor. É uma busca individual e única cuja resposta não está em livros, em palestras, em vídeos motivacionais. Sabe onde está? Dentro de cada um. Você deve buscar isso e quando encontrar vai se sentir pleno, realizado mesmo que não tenha a compensação financeira que sempre sonhou. Na verdade isso é secundário apesar de importante.

Depois de saber o que te motiva aí sim você precisa de foco. Objetivos para alcançar, metas para realizar e obter a compensação merecida. É isso que se aprende, como traçar objetivos, como manter o foco. O resto está na capacidade de cada pessoa fazer sua motivação atingir seu objetivo, sua meta através de perseverança, paciência, fé e vontade de vencer.

maio
5

reu Se tem uma coisa que realmente aprendi, nesses anos de profissão é que tem gente que não gosta de trabalhar. Tem pessoas, que recebem uma oportunidade e agarram e fazem dela seu ponto de partida; já outras recebem a mesma oportunidade e deixam escapar por entre os dedos, não porque não tenham capacidade e sim por pura preguiça!
Demorei muito tempo para acreditar que certas pessoas não queriam progredir, recusavam-se a fazer mais , não queriam mais,,, estavam estagnadas e conformadas.
Mas é assim, a vida é assim mesmo…e talvez tudo o que eu escreva não seja minimamente interessante para estas pessoas afinal a motivação é para quem quer evoluir e evoluir realmente dá trabalho.
É preciso entender que trabalhar dá trabalho! Mas que é trabalhando mais e melhor e naquilo que se gosta que está o caminho para o sucesso, para a realização pessoal.

fevereiro
5

Olá pessoal,
Poucas pessoas sabem administrar momentos de crise no trabalho. Aprender quando recuar, quando calar e quando se expor é algo muito difícil. Certas vezes se falamos, erramos. Se calamos somos considerados omissos então nessas horas é preciso avaliar o que vai nos causar menos danos e prejuízos. Aprenda a conhecer as pessoas que trabalham com você e até que ponto pode confiar nelas.

janeiro
14

multifuncional Olá amigos,
É fácil ficar reclamando de tudo de ruim que nos acontece. Ter uma atitude proativa é que é difícil e é justamente quem faz isso que é melhor reconhecido. Culpar os outros, se achar uma vítima das circunstâncias, achar que ganha pouco e faz muito… tudo isso está na cabeça de pessoas que não nasceram para ter sucesso na vida.
É engraçado como quem mais reclama é quem menos faz! Quem mais se queixa são aquelas pessoas que menos se pode contar; que não fazem uma vírgula fora do que são contratadas para fazer… e assim um círculo vicioso se forma… como a bolacha tostines,lembram ? é fresquinha porque vende mais ou vende mais porque é fresquinha?
Da mesma forma as pessoas reclamam que não tem oportunidade e quando tem jogam fora, põe tudo a perder, seja pelo gênio difícil, pela indisciplina ou por pura preguiça de fazer, de realizar.
Mudar esse comportamento nem sempre é possível ou muitas vezes não há interesse então pessoas assim acabam elas únicas e exclusivamente pagando o preço: não encontram um bom trabalho, não progridem na carreira e sempre estão na mesma. É a lei de vida se aplicando no trabalho.

dezembro
29

A mudança deve ser uma amiga. Deve acontecer através de um plano , não por acidente.

dezembro
28

mais união Olá Pessoal…
Mais uma semaninha e tchau 2009 !
Vamos cultivar a esperança de que 2010 será melhor… temos que pensar assim e temos que fazer a nossa parte. Para um melhor 2010, nós temos que ser melhores também : mais compreensivos, mais tolerantes, mais amigos, mais positivos, menos ofendidos, mais educados…. tem tanta coisa para melhorar.. então vamos nos despedindo dos velhos vícios, das velhas manias e vamos começar um novo ano com tudo de novo? Por que não? Vamos tentar pelo menos? Se agente quiser agente consegue.
Beijos a todos.

maio
15

Há alguns anos atrás, eu fazia as entrevistas de contratação da empresa. As da parte administtrativa eram comigo. Agente aprende cada coisa em entrevistas de seleção ! Eu vou ser sincera, pessoal; não acredito nessas entrevistas mas por outro lado elas tem que ser feitas apenas para ver se existe alguma empatia entre quem contrata e quem será contratado. Não dá para saber muita coisa nestas entrevistas, apenas o básico, se a pessoa tem desenvoltura, fala bem e um pouco da experiência que ela tenha tido e consiga passar naquele curto período em que está sendo entrevistada.
Comigo aconteceu uma coisa engraçada.
Uma vez estava fazendo a seleção de pessoal para trabalhar comigo na área comercial. Na ocasião as pessoas chegavam e sentavam em um sofá enfrente a minha sala, porém eu realizava as entrevistas em outra sala , então imaginem a cena : eu ficava um pouco sentada de frente para os candidatos e os observava durante um tempinho.. Depois os chamava e entrevistava sendo que as pessoas que ali estavam, num primeiro momento não sabiam que eu seria a entrevistadora.
Para quem leu minha biografia, sabe que sou espanhola.
Pois bem, chega um candidato… eu na sala, ele sentado de frente para mim… olha para um lado, olha para o outro, me chama : - Psiu, psiu !
- Pois não ?
- É verdade que os chefes são espanhóis ?
- Não, sei.. acho que são. por que? ( eu me fazendo de besta para ver até onde ele ia)
- Xii… dizem que espanhol é muito nervoso… que não é gente boa .
- Ahhh… dizem isso .. nunca ouvir falar.
- Pois é.

Levantei, fui até outra sala e pedi para outra pessoa entrevistar. Quando acabou a entrevista, anulei o currículo deste candidato.

maio
8

Em uma reunião…

Posted In: Histórias do Trabalho by Simone Castillo

Teve uma reunião lá na empresa. Todo o setor comercial foi convidado… o tema claro, pertinente a atendimento a clientes e melhoria nas vendas… chamaram também alguém da produção para acrescentar um algo a mais na reunião, motivar, trocar idéias…. muito bem.. eu só de olho em todo mundo.. queria ver como o pessoal se comporta. Não é que o da produção, que parecia anotar alguma coisa, estava era desenhando uma paisagem ? Puxa vida… isso é uma falta de respeito tremenda com todas as pessoas que estavam ali sentados, levando a sério ….
Não aguentei, olhei pra cara dele e soltei: ” Que legal né, é isso que você tem a agregar na reunião?”
Moral: nunca façam esse tipo de coisa.. anotações devem ser feitas em reuniões porque sempre estamos aprendendo algo com os demais, mas faltar ao respeito é imperdoável.

setembro
24

Olá pessoal.

Muitas pessoas me perguntam como fazer para motivar as equipes… bem este é um assunto bem complexo e é preciso bastante psicologia. Cada pessoa, cada membro de sua equipe se motiva com coisas diferentes, tem gente que só se motiva por dinheiro, tem gente que não, tem quem faça qualquer coisa por se destacar, tem um ego grande e quer ser bem visto por todos, tem quem goste de ser elogiado em publico, tem quem tenha vergonha..e por aí vai.
A grande sacada é saber o que faz com que cada pessoa dê o melhor de si e isso meus amigos não é nada fácil. É importante também saber que em uma equipe a heterogeneidade é muito importante, minha experiência me diz que pessoas com idades parecidas, estados civis iguais, que moram no mesmo bairro… servem para ser amigos mas talvez não produzam tão bem em uma equipe.
Dê chance a vários tipos de pessoas para integrar sua equipe de trabalho, as diferenças podem somar mais do que as igualdades, dependendo claro de saber explorar estas diferenças a favor da equipe.
Importante é ter pessoas que sabem realizar um bom trabalho, que tenham boa vontade para aprender e ajudar os colegas e que façam o melhor que puderem para atingir os resultados esperados.